Fuja das estações do metrô, gaste US$ 9 por dia com corridas de carro e, claro, tome muito sorvete! 🙂 Veja 3 dicas para aplacar o calor em Nova York

Há muita vida – e calor -, nos parques de Nova York durante o verão. Evite os horários de “pico” e aproveite melhor a cidade (Harold Navarro/ Flickr/Creative Commons/Flickr)

Há pouco mais de 10 dias começou oficialmente o verão em Nova York e, desde então, as temperaturas já ultrapassaram os 30 graus em vários dias. Isso quer dizer que, dentro de algumas estações de metrô, os termômetros chegaram a quase 40 graus.

Sim, tô exagerando, mas só um pouquinho, visto que nessa época usar o metrô aqui pode ser bem traumático, não só pelo calor, mas também pelos ratos que cruzam as linhas. E que, a noite, fazem a festa pelas ruas.

PUBLICIDADE

Mas calma! Há muita coisa legal rolando na cidade também, como eu já contei no post sobre os melhores programas de verão em Nova York. E, mais que isso, dá para evitar os perrengues da estação com as dicas que eu dou abaixo.

1. Use o app para se locomover de carro o dia todo por menos de US$ 10

Via, um aplicativo de corridas de carro compartilhadas, lançou recentemente a opção de viagens ilimitadas durante uma semana, o ViaPass por US$ 63, ou seja, US$ 9 por dia!

Neste valor estão incluídos sete dias de corridas com os carros do Via, para todos os lugares de Manhattan que estejam abaixo da 125th Street. A grande maioria dos locais turísticos está coberta, só para você ter uma ideia, o Central Park termina na 110th Street.

Como isso é possível? Além de você compartilhar o carro com outros passageiros, que estão indo para a mesma região, o Via não te pega e deixa na porta, mas sim em uma esquina próxima ao local onde você está e ao seu destino. Com isso, o motorista otimiza a rota, economizando tempo e gasolina.

Se quiser colocar na ponta do lápis, as corridas com o Via têm preço fixo e, normalmente, custam entre US$ 5 e US$ 7 (dependendo do dia/horário) por pessoa. Ou seja, se você apenas ir e voltar de um lugar com ele por dia, já terá valido a pena comprar o Pass.

Além disso, com o ViaPass você tem 50% de desconto nas corridas para o Brooklyn ou Queens e paga 20% menos para ir até os aeroportos.

Essa opção só não vale muito a pena para quem está em um grupo grande, já que os valores são por pessoa e o ViaPass é individual. Nesse caso, vale a pena usar outros aplicativos como Uber e Lyft mesmo.

Ah! E como eu uso tudo que indico, tenho códigos de desconto para todos eles ó:

No Via, ao se cadastrar, coloque o código tali5j2 e ganhe US$ 10 em créditos.
No Uber você pode ganhar até US$ 20 de desconto em sua primeira corrida ao se cadastrar e usar o código v2sz9.
No Lyft o código TALITA69239 te dá até US$ 15 de desconto em sua primeira viagem.

Com o Via você compartilha corridas de carro por Manhattan, gastando menos de US$ 10 por dia! E com direito à ar condicionado, claro! (Via/Divulgação/Como tirar o máximo proveito do verão em Nova York)

2. Combine programas ao ar livre e outros com ar condicionado

Sim, é uma delícia ficar nos parques de Nova York durante o verão é há inúmeros programas que acontecem neles durante toda a estação, como cinema ao ar livre, shows e apresentações teatrais. Porém, tem dias e, principalmente, horários em que nem a mais frondosa árvore dá conta de refrescar.

Por isso, eu sugiro que você  lembre das recomendações dos dermatologistas, não só sobre usar protetor solar, como também dos melhore períodos para tomar sol durante o dia. Com base na minha experiência na cidade, dá para aproveitar que o sol está nascendo cedinho, entre cinco e seis da manhã, e a noite só cai depois das oito, e fazer uma “pausa” para descansar no meio do dia.

A partir das onze, a temperatura fica muito abafada, e é uma ótimo desculpa para você procurar um lugar com ar condicionado e comida levinha para almoçar. Dicas rápidas #nyc10orlessDig InnWhole FoodsEnnju e Pokespot.

Vale a pena também usar essa “janela do inferno”, que vai até umas 15h ou 16h, para fazer compras, em lojas fresquinhas e que costumam estar mais vazias nesse horário. Ou, melhor ainda, tomar sorvete. Sim, essa é a minha próxima dica.

As casquinhas da Amorino são tão lindas que dá até dó de comer. Ou não. (Talita Ribeiro/Arquivo pessoal)

3. Abuse e use das sorveterias (tem para todos os gostos)

Em Nova York você experimenta todo tipo de sorvete do mundo: gelato, picolé, raspadinha, paleta, soft ice cream… E se delicia com a forma como vários povos encontraram de se refrescar no calor.

Há sorveterias bem americanas e, mais que isso, “made in NY”, como a Van Leeuwen, a Odd Fellows, a Morgenstern’s, o Ice & Vice a Davey’s Ice Cream. Nelas, normalmente, há sabores bem diferentes, com pedaços de cookies, bolos e até pretzels, além dos clássicos, como morango, chocolate e baunilha.

Se você quiser algo mais cremoso, deve procurar os gelatos, servidos em locais como a Amorino, a Grom e a Il Laboratorio del Gelato. Há ainda os dulcíssimos e coloridos soft ice cream – os famosos sorvetes de massa -, como os servidos no Big Gay, na Soft Swerve e no Taiyaki NYC.

Para quem prefere “sorvete de palito”, a La Newyorkina vende paletas mexicanas e o Popbar tem picolés. Há ainda as raspadinhas vendidas por senhorinhas porto-riquenhas próximo aos parques, como o Tompkins, e também os de creme de frutas do Chloe’s.

Isso sem falar nos sorvetes de leite com cereal do Milk Bar, nos ice cream sanduíches do Mikey’s

 

Viu? Não tem porque sofrer com o calor em NY! Basta se programar para aproveitar o melhor do verão 😉

fonte: http://viagemeturismo.abril.com.br/blog/nova-york-dicas-roteiros-viagem/como-tirar-o-maximo-proveito-do-verao-em-nova-york/