Visite cartões-postais e lugares que só os moradores da capital da Argentina frequentam

Apenas três horas de voo nos separam de uma das metrópoles mais vibrantes e cosmopolitas das Américas. Com ares europeus e sangue caliente, Buenos Airesestá recheada de museus e cafés charmosos sobretudo no Centro, onde a capital portenha respira história.

É ali que ficam a Plaza de Mayo, a primeira praça da cidade; a Avenida de Mayo, com suas joias arquitetônicas; e bares tradicionais como o Café Tortoni, que no passado foi queridinho de escritores argentinos. Numa caminhada leve dá para visitar os cartões-postais e ainda conhecer lugares quase exclusivos dos moradores.

Melhor época: primavera e outono, que têm temperaturas mais agradáveis. No verão, sobretudo em janeiro, a cidade fica vazia (muitos portenhos tiram férias) e alguns lugares fecham. Além disso, nessa época o calor é insuportável: beira os 42°C.

Fique atento: para fazer o dinheiro render mais, o ideal é levar dólares em cash, trocar em casas de câmbio oficiais e pagar tudo à vista. Muitos turistas trocam dólares por pesos no câmbio paralelo (porque valem muito mais), mas trata-se de uma contravenção, passível de multa.

Salve o mapa com o roteiro no seu celular e leve para a sua viagem: